Qual a importância do intercâmbio?

Fazer um intercâmbio e vivenciar experiências culturas diferentes é, hoje, um dos sonhos da maioria dos jovens. Mas, antes de entrar no avião e voar rumo ao sonho, é preciso pesquisar e planejar bastante. Afinal, você sabe por que é importante fazer um intercâmbio, como escolher o local de destino, os tipos que existem etc?

Qual a importância do intercâmbio?
O intercâmbio pode ser uma abertura de horizontes, uma ponte para fazer novas amizades, conhecer novas culturas, estilos de vidas, rever valores, aprender sobre respeito mútuo entre as diferentes nações do mundo.

Existe uma idade certa para fazer?
Não, existem objetivos diferentes que mudam de acordo com a idade.  Possuem programas culturais com crianças de nove, dez anos, que são os acampamentos; existe o intercâmbio tradicional para adolescentes e universitários; para profissionais em começo de carreira e para a melhor idade, que vem crescendo muito nos últimos anos.

Que tipo de benefício o intercâmbio traz?
A maturidade agrega benefícios e perspectivas ao programa de intercâmbio: aperfeiçoamento de uma língua estrangeira, amizades, momentos de relaxar ou até mesmo possibilitando mudanças na vida. Vá com o pensamento de que estão indo para aprender, viver o estilo do local e conhecer uma cultura.

Quais tipos de intercâmbio existentes?
Estudo, tanto de uma área específica quanto de línguas no geral, trabalho como estágio, quando o estudante faz um curso de língua e, dependendo do local, pode trabalhar de forma legal.

Como escolher o local de destino?
Essa é uma das perguntas fundamentais antes de embarcar em um intercâmbio. É preciso levar em consideração o quanto tem para gastar, no que deseja investir, que tipo de país, se vai ficar em cidade grande ou em uma cidade pequena próxima, mas que tenha transporte público de fácil acesso, o clima do local na época do programa, costumes locais, tipos de comida.
Outro ponto importante é o tipo de acomodação, porque isso impacta no preço final. Casa estudantil, com quarto, cozinha e banheiro compartilhados, normalmente é a opção mais em conta para os estudantes mas, também é possível hospedagem em casas de famílias, treinadas pelas agências para receber pessoas de todos os locais, ou em hotéis, sendo essa a opção mais cara.

Qual o tempo ideal para duração do intercâmbio?
Isso é relativo e depende muito do perfil da pessoa e do programa escolhido. Se a pessoa deseja ir para aprender uma língua desde o início, o mínimo de seis meses. Caso ela já tenha uma fluência e esteja buscando mais experiência, um mês é um bom tempo para conhecer a cultura e o local. Claro, isso depende também da disponibilidade financeira de cada um.

Como se preparar para o intercâmbio? Quais são os cuidados pré-viagem?
É fundamental cuidar de toda a documentação e seguir a risca as orientações. Se o país de destino exige visto, se organize para tirar com boa antecedência. É importante fazer uma economia para levar um dinheiro, fazer um excelente seguro viagem e pesquisar bem o local de destino para não cometer nenhuma gafe e não ofender por diferenças e hábitos. É importante saber como é culinária do local para se preparar caso tenha alguma alergia alimentar, saber como é o clima, os costumes, cultura, modos e também os principais pontos turísticos para conhecer. Em caso de intercâmbios curtos, às vezes os passeios não são aproveitados por falta de planejamento.

Lembre-se sempre, intercambistas são convidados de outros países, estamos ali visitando, vá com a mente aberta para conhecer e vivenciar o local sempre com muito respeito!

Fonte: www.segs.com.br

Chat Whatsapp